O que é Marketing de Conteúdo e para que ele serve?

Equipe Polvo
Equipe Polvo
11 de outubro, 2017

Se você começou a pesquisar sobre Marketing Digital, com certeza já esbarrou em um termo muito utilizado: o tal do Marketing de Conteúdo. Essa técnica é considerada um dos pilares da estratégia de presença online para marcas de qualquer segmento ou porte, simplesmente porque essa é a moeda de troca para a conquista de clientes e para a construção de um diálogo constante com esse público-alvo.

Seguindo essa linha de raciocínio, o Marketing de Conteúdo está diretamente ligado ao fluxo de pessoas que você leva ao seu site, por exemplo, consequentemente afetando o número de leads (o que pode ser cadastro preenchido ou venda efetiva). Por isso, você talvez esteja se perguntando…

O que é Marketing de Conteúdo?

Em uma explicação breve e simples, Marketing de Conteúdo é um conjunto de técnicas, que consiste em atrair o seu público através da criação e disseminação estratégica de conteúdo original e valioso para quem o lê. Ainda com esse mesmo conteúdo, a pessoa entra em contato com a sua marca, tendo uma noção positiva da sua empresa, facilitando a potencializando a geração de negócios.

Ao explicarmos o que é Marketing de Conteúdo, também vale salientar que o conteúdo criado para esse fim é envolvente e de qualidade para o leitor, não especificamente para a marca. Portanto, dentro do Marketing de Conteúdo, tratamos mais de assuntos relevante para a rotina do cliente, inserindo a marca desejada no dia a dia desse comprador.

De onde veio tudo isso?

Se o conceito explicado pareceu muito abstrato, é preciso entender o porquê de ele ser necessário. Na introdução deste texto, explicamos que ele é um dos pilares para atrair público e para manter uma conversa duradoura com esses clientes em potencial. Mas você já parou para pensar nos motivos de esse tipo de conteúdo ser tão fundamental?

A resposta está em um curto retrospecto histórico: antigamente, para se comprar algo, era necessário precisar de determinado produto ou serviço. Com essa necessidade identificada, o comprador ia até a loja e era informado sobre o que funcionaria para sanar determinado problema, normalmente procurando a empresa com maior visibilidade de marca.

Com a popularização da internet, ocorrida a partir da década de 1990, isso mudou. As pessoas começaram a ter o conheço na ponta dos dedos, bastando uma consulta online para saber o que comprar, qual modelo escolher e qual o preço máximo a ser pago. Dessa maneira, a dinâmica de consumo mudou, impactando diretamente na relação entre marcas e clientes.

Mudando dinâmicas…

Dessa forma, a forma de atrair o público-alvo mudou. Criar propagandas de forma massiva ou martelar o nome da sua marca passou a não ser o suficiente. Afinal de contas, com tanta informação didática a seu dispor, as pessoas passaram a procuram pelo produto ou serviço, não pela empresa — além de já chegar ao local com um processo de compra definido em sua cabeça.

Com isso, a aproximação e captação de clientes passou a ser mais sutil, utilizando desse mesmo espaço online para acontecer. Como resultado, nasceu o Marketing Digital — e, dentro dele, o Marketing de Conteúdo. Tudo isso com a função de, sutilmente, atrair o seu cliente afinal com um conteúdo de valor, entrando na rotina desse comprador e tornando natural a escolha natural em um momento de consumo.

No fim, é você quem ganha

Agora que você entendeu o que é o Marketing de Conteúdo, de onde ele veio e para o que serve, chegou o momento de sermos mais diretos e explicar o que você alcança como benefícios alcançados. Para um melhor entendimento do impacto desse conjunto de técnicas, resumimos as vantagens do Marketing de Conteúdo em três tópicos:

1. Reforço de Marca

O benefício mais lógico e natural, principalmente após explicarmos a origem do Marketing de Conteúdo é o fortalecimento de marca. Através de um conteúdo original e relevante, uma quantidade maior de pessoas entrará em contato com a sua empresa, reforçando e aumentando a presença do seu empreendimento em plataformas online — ou seja, você conquista espaço!

2. Tráfego orgânico e quente

Ao contrário do que acontece com anúncios, o tráfego orgânico é valioso pois é resultado de uma interação mais consciente. A pessoa escolheu e interagiu com o conteúdo da sua marca, sem imposições, aumentando as chances de sucesso. O Marketing de Conteúdo cria e estimula esse mesmo tráfego orgânico.

3. Maior quantidade de leads

Como resultado dos dois benefícios acima, está a maior quantidade de leads. Independente de você contar o resultado como cadastro preenchido ou compra concluída: com um público envolvido e aquecido dentro do seu site ou e-commerce, a geração de resultados acontece mais facilmente.

Ok, mas e como isso funciona?

Se você chegou até aqui em nosso texto, deve ter entendido a importância do Marketing de Conteúdo em um momento em que não existe segmento de mercado fácil — afinal, direta ou indiretamente, você sempre terá inúmeros concorrentes pela frente. Por isso, é importante explicarmos como é possível produzir conteúdo de relevância.

Planejamento é a chave!

Com a intenção de construir conteúdo rico, não é possível “começar fazendo”. É essencial que você planeje o que será produzido para encontrar e encantar as pessoas certas. Os passos dessa estratégia podem ser resumidos em quatro pilares:

1. Saiba com quem falar: defina quem é o seu público-alvo para descobrir se falará com adultos, crianças, homens, mulheres e etc.
2. Descubra o que falar: a partir do seu público-alvo, estude o que é interessante para ele, entendendo o que chamará atenção dos seus futuros clientes.
3. Não pare de fazer: o Marketing de Conteúdo é um trabalho “de formiguinha”. Defina uma periodicidade e continue publicando.
4. Não se esqueça de divulgar: seu texto precisa ser lido. Portanto, defina canais de divulgação, como redes sociais, para colocar seu conteúdo “para rodar”.

Com um cronograma para abranger esses passos, será possível construir uma rede de conteúdo sólida, cativando o público-alvo e tendo como resultando uma comunidade ativa em torno da sua marca — e é exatamente com esse tipo de relacionamento que internautas se transformam em clientes.

Mas então é só ter um blog?

Como comentamos no início deste artigo, o Marketing de Conteúdo é um conjunto de técnicas, de maneira que não basta ter apenas um blog para que todos os benefícios citados até aqui comecem a surgir.

Para começar, o blog é a forma mais tradicional de aplicar o conteúdo, mas não a única. Você pode utilizar postagens nativas em redes sociais, e-books, e-mail marketing, vídeos no YouTube, podcasts, landing pages e mais uma infinidade de opções.

Além disso, para potencializar os resultados obtidos, alie o Marketing de Conteúdo aos famosos anúncios. Por exemplo: com anúncios nas redes sociais, a conversão das suas criações será muito maior; enquanto anúncios do Google torna a o alcance dessas mesmas peças avassalador. Por este motivo, grave essas palavras: o conteúdo não trabalha sozinho.

Leve tudo isso para a sua empresa!

A Polvo tem uma equipe especializada e pronta para fazer o Marketing Digital acontecer dentro da estratégia de Comunicação da sua empresa. Portanto, se você gostou do que leu e deseja aplicar essa abordagem em prol da sua marca, clique aqui e fale conosco!

Compartilhe esta notícia: